O arrebatamento da Igreja

  FLAG SPAINFLAG RUSSIANFLAG USAFLAG FRANCEFLAG GREECEFLAG GERMANYFLAG KOREANFLAG JAPANFLAG ITALYFLAG ISRAELFLAG CHINAFLAG INDIA

1º TRIMESTRE 2016

O FINAL DE TODAS AS COISAS

Esperança e glória para os salvos

COMENTARISTA: Pr. Elinaldo Renovato

LIÇÃO 05 – O ARREBATAMENTO DA IGREJA – (I Ts 4.13-18)

 INTRODUÇÃO

O Arrebatamento é a maior e mais gloriosa promessa do salvo. Será o Dia em que o Senhor Jesus virá buscar a Igreja para levar para si, onde nós estaremos para sempre com Ele por toda a eternidade. A Bíblia descreve esse evento surpreendente, que acontecerá num futuro incerto e impossível de precisar sua data (Mt 24.36). Somos conclamados a vigilância e santa expectativa para o grande Dia, onde a Igreja, a Noiva, terá seu maravilhoso encontro com o Senhor Jesus, seu Noivo. Nesta lição estudaremos o que é o Arrebatamento; as Escolas de interpretação acerca desse evento escatológico; quem participará do Arrebatamento; quais os elementos que estarão presentes nesse evento; e as principais diferenças entre a primeira e a Segunda Fase da Segunda Vinda de Cristo.

 I – O QUE É O ARREBATAMENTO?

A palavra arrebatamento deriva da palavra no grego “harpazo”, significa: “raptar”, “levar com ímpeto”, “arrancar”, “resgatar”, “tirar”. “retirar um objeto com força e rapidez inesperada”. O Arrebatamento será a retirada da Igreja, de modo brusco, sobrenatural e sem prévias. Escrevendo aos Tessalonicenses (I Ts 4.13-18), o apóstolo Paulo apresenta a sequência do arrebatamento: 1º) O Senhor descerá do céu; 2º) Os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; e 3º) Os salvos que estiverem vivos serão arrebatados. Portanto, o Arrebatamento da Igreja é o momento glorioso em que Jesus irá levar a Sua Igreja para junto de Si (At 1.11; Hb 9.28; I Co 15.51,52; I Ts 4.13-17). Encontramos dois termos gregos relativos a Segunda Vinda de Cristo. Vejamos:

1.1 Parousia. Literalmente quer dizer: “presença”, “chegada rápida”, “visita”. É a palavra mais frequentemente usada nas Escrituras para descrever o retorno de Cristo. Seu sentido é abrangente porque não define apenas a volta de Cristo até as nuvens para arrebatar a Igreja (1Ts 4.15; 5.23; Tg 5.7,8; 2 Pe 3.4), mas, também para referir-se à Sua volta pessoal à terra (1 Co 15.23; 1Ts 2.19; 2 Ts 2.1). Portanto, o sentido é geral e não especifico.

1.2 Epiphanéia. Literalmente significa: “manifestação”, “vir à luz”, “resplandecer” ou “brilhar”. O sentido é mais especifico, porque se refere especialmente à vinda sobre as nuvens. É a volta pessoal de Cristo à Terra que acontecerá com uma manifestação visível e gloriosa de Jesus na segunda fase da segunda vinda (2 Ts 2.8; 1 Tm 6.14; 2 Tm 4.6-8).

II – AS ESCOLAS DE INTERPRETAÇÃO ACERCA DO ARREBATAMENTO

Existem pelo menos três Escolas de interpretação acerca do Arrebatamento da Igreja. Vejamos:

2.1 A Escola Pós-tribulacionista. Ensina que o Arrebatamento acontecerá no final da Grande Tribulação. “Ela diz que a igreja continuará na terra até a segunda vinda, no final desta presente era, e será levada às nuvens para encontrar o Senhor que veio pelos ares, vindo do céu no segundo advento, para retornar imediatamente com Ele.” (PENTECOST, 2010, p. 226). Segundo este grupo de teólogos, a Igreja permanecerá na terra durante todo os sete anos de tribulação, mas, será preservada da destruição, como os hebreus que não foram atingidos pelas dez pragas do Egito. Os principais textos bíblicos que eles se referem para defender este ensino são (Ap 6.9; 7.9-17; 13.7) onde João menciona a presença de santos na terra durante a Grande Tribulação. No entanto, a Bíblia deixa claro, que estes santos são as pessoas que se converterem após o Arrebatamento da Igreja.

2.2 A Escola Midi-tribulacionista. “De acordo com essa interpretação, a Igreja será arrebatada ao final da primeira metade (três anos e meio) da septuagésima semana de Daniel, ou seja, na metade da tribulação. A Igreja suportará os acontecimentos da primeira metade da tribulação, que, segundo os mesotribulacionistas, não são manifestações da ira de Deus. Ela (a Igreja) será transladada, todavia, antes que comece a segunda metade da semana, que, segundo essa teoria, contém todo o derramamento da ira de Deus. Afirma-se que o arrebatamento ocorrerá junto com o soar da última trombeta e a ascensão das duas testemunhas de Apocalipse capítulo 11” (PENTECOST, 2010, p. 244). Os principais textos que esta Escola usa para defender sua crença é (I Co 15.52) onde o apóstolo Paulo diz: “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta…” e (Ap 11.15) onde o apóstolo João descreve o “toque da sétima trombeta”. No entanto, devemos entender que a trombeta que o apóstolo Paulo menciona em (I Co 15.52) significa a última voz de chamamento ou de convocação do povo de Deus; e, não às trombetas do Apocalipse, que só serão tocadas após o Arrebatamento, durante a Grande Tribulação, não se tratando, portanto, do mesmo evento.

2.3 A Escola Pré-tribulacionistas. Os que aceitam este ponto de vista, crêem que o arrebatamento da Igreja ocorrerá antes da Grande Tribulação (1Ts 1.10; 5.9; Ap 3.10). “A igreja, o corpo de Cristo, em seu todo, será, por ressurreição e por transferência, retirada da terra antes de começar qualquer parte da septuagésima semana de Daniel” (PENTECOST, 2010, p. 263). Vejamos porque esta Escola de interpretação bíblica é a mais coerente e aceita por nós:

  • A Igreja não está destinada a ira divina, e sim, a salvação (I Ts 1.9,10; 5.9,10; Hb 9.28).
  • A ira de Deus é para os ímpios, e não para a Igreja (Jo 3.36; Ap 6.17).
  • À Igreja de Filadélfia foi prometido livramento da “hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro” (Ap 3.10). E, profeticamente falando, a Igreja de Filadélfia é uma representação da Igreja do Arrebatamento!
  • Antes de Deus exercer juízo sobre os ímpios, Ele avisa e livra os justos, como ocorreu com Noé, antes do dilúvio (Gn 6.13,14); e com Ló, antes da destruição de Sodoma e Gomorra (Gn 19.12-30). Veja o que o apóstolo Pedro diz em (II Pe 2.6-9).

III – QUEM PARTICIPARÁ DO ARREBATAMENTO?

A Bíblia descreve alguns personagens desse evento, especialmente em dois textos que dão destaque ao Arrebatamento (I Co 15.51-54 e I Ts 4.13-18). Esses personagens são:

  • Jesus Cristo. Como disse Paulo: “o mesmo Senhor… descerá do céu” (1 Ts 4.16). É certamente o cumprimento da promessa que o Senhor nunca nos deixará sós, mas que virá em breve nos buscar (Mt 28.20; At 1.11).
  • O arcanjo. Certamente Miguel participará desse evento, pois ele é mencionado nas Sagradas Escrituras (I Ts 4.16). Assim como o nascimento de Cristo foi anunciado por anjos, assim será também na sua segunda vinda.
  • Os mortos em Cristo tanto do AT como do NT. Os mortos em Cristo de todas as épocas ressuscitarão em corpos gloriosos e serão semelhantes ao de Cristo quando ressuscitou.
  • Os vivos em Cristo. As palavras do apóstolo Paulo: “Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados” (I Ts 4.17). “Nem todos dormiremos (ou seja, morreremos), mas todos seremos transformados” (I Co 15.51).

IV – ELEMENTOS ATRELADOS AO ARREBATAMENTO

De acordo com as profecias bíblicas, o Arrebatamento da Igreja será repentino, muito rápido e invisível ao mundo, como veremos a seguir:

  • Haverá uma surpresa. Textos como Mt 24.36, 42-44; 25.13 e Tt 2.13 mostram que esse evento será uma surpresa. As exortações para com a vigilância não fariam sentido sem o elemento “surpresa”.
  • Haverá uma velocidade. No texto de I Co 15.52, Paulo usa a expressão: “o abrir e fechar dos olhos” (I Co 15.52) mostrando a velocidade desse acontecimento (Mt 24.27).
  • Haverá uma invisibilidade. As expressões gregas para definir esse evento, como a própria palavra arrebatamento, dão a entender que teremos o elemento da invisibilidade.

V – PRINCIPAIS DIFERENÇAS ENTRE AS DUAS FASES DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO

A Segunda Vinda de Cristo ocorrerá em duas fases distintas. Vejamos algumas diferenças entre elas:

PRIMEIRA FASE

SEGUNDA FASE

Será antes da Grande Tribulação (Ap 3.10)

Será depois da Grande Tribulação (Mt 24.29-30)

Será invisível (Mt 24.36)

Será pública, e todo olho verá (Ap 1.7)

Cristo vem para a Igreja (1Ts 4.17)

Cristo vem com a Igreja (Jd 14; 1 Ts 3.13)

Cristo não virá à terra, mas, ficará nas nuvens (I Ts 4.17)

Cristo virá a terra e pisará no Monte das Oliveiras (Zc 14.1-4)

Só os santos o verão (1 Ts 4.17)

Todo olho verá (Ap 1.7)

Os incrédulos serão deixados (Mt 24.40)

Os incrédulos serão destruídos (Mt 25.41-46)

VI – PROPÓSITOS DO ARREBATAMENTO

  • Livrar a igreja da Grande Tribulação (Ap. 3.10; 1Ts 1.10);
  • Tratar com Israel (Rm 8.19-25; 1Co 1.7; Fl 4.5; Tt 2.13; Tg 5.9; Jd 21; 1Ts 4.18);
  • Cumprir o estágio final na vida dos salvos na glorificação do corpo (1Co 15.42-44; 51-53);
  • Recompensar os salvos por seu trabalho prestado na terra (1Co 3.12-15; 1Jo 4.17; Hb 10.30-b).

CONCLUSÃO

O Arrebatamento da Igreja é a gloriosa e viva esperança de todo o crente salvo. Muito em breve a Igreja do Senhor Jesus deixará este mundo para estar com o Senhor para sempre, como Ele mesmo prometeu (Jo 14.1-3). Diante dessa gloriosa promessa, devemos estar vigilantes, vivendo em santidade, esperando este Dia em que estaremos definitivamente livres de todo sofrimento e estaremos para sempre com o Senhor Jesus Cristo, Aleluia!

REFERÊNCIAS

  • HORTON, Stanley. Teologia Sistemática. CPAD.
  • PENTECOST, J. Dwight. Manual de Escatologia. VIDA.
  • RENOVATO, Elinaldo. O Final de Todas as Coisas. CPAD.
  • STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal. CPAD.
  • ZIBORDI, Ciro Sanches. Teologia Sistemática Pentecostal. CPAD.

Fonte: REDE BRASIL

Enriqueça ainda mais suas aulas com esses comentários: Clique na imagem abaixo.

DANIEL_E_APOCALIPSE_dicionarioclaudionor+capa.LEIA OU BAIXE AQUImanual de escatologiaapocalipse-versculo-por-versculoBíblia e o futuro-g

Anúncios

2 comentários sobre “O arrebatamento da Igreja

Obrigado pela visita, volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s