Poder sobre as doenças e morte

 

  FLAG SPAINFLAG RUSSIANFLAG USAFLAG FRANCEFLAG GREECEFLAG GERMANYFLAG KOREANFLAG JAPANFLAG ITALYFLAG ISRAELFLAG CHINAFLAG INDIA

2º TRIMESTRE 2015

JESUS, O HOMEM PERFEITO

O Evangelho de Lucas, o médico amado

COMENTARISTA: Pr. JOSE GONÇALVES

 

LIÇÃO 07 – PODER SOBRE AS DOENÇAS E MORTE – (Lc 4.38,39; 7.11-17)

INTRODUÇÃO

Nesta lição destacaremos que o Espírito do Senhor estava sobre Jesus, o Messias, a fim de lhe conceder poder para a realização de sinais e prodígios em benefício dos pecadores. A profecia de Isaías, lida por Jesus na sinagoga, não se referia a Isaías, nem ao povo de Israel, esta mensagem apontava diretamente para o Messias e suas atribuições, e ela teve seu real cumprimento em Jesus, pois nenhum outro homem atende aos pré-requisitos deste vaticínio como Ele.

I – JESUS E O INÍCIO DE SEU MINISTÉRIO

Lucas é o evangelho que foca a ação do Espírito Santo na vida de Jesus. Ele diz que Jesus foi concebido pelo Espírito Santo (Lc 1.35); quando batizado nas águas o Espírito Santo desceu sobre Jesus (Lc 3.22); pelo Espírito ele foi conduzido ao deserto (Lc 4.1); ao sair da tentação vencedor, Jesus saiu cheio do Espírito (Lc 4.14); e, acrescentou ainda que Jesus foi ungido pelo Espírito Santo (Lc 4.16). No presente texto Lucas registra um fato que se cumpriu na vida de Jesus e que deu início ao seu ministério com curas e prodígios. Jesus vai a sinagoga de Nazaré, onde ele se apresenta publicamente a nação como o Ungido pelo Espírito de Deus. Convidado pelo maioral da sinagoga a ler as Escrituras, Jesus se levanta, recebe o rolo e abre-o na passagem desejada. Ele lê a passagem, fecha o rolo, devolve-o ao assistente e se senta para falar, enquanto todos os olhares permanecem fixos em sua pessoa (Lc 4.16-20). Isaías 61.1-2 fazia parte da leitura indicada, e Jesus usou essa passagem como texto de seu discurso em que fez três anúncios surpreendentes:

1.1 Jesus, o cumprimento profético do AT (Lc 4.17,21). Após a leitura da Escritura, na sinagoga em Nazaré, Jesus asseverou que aquela profecia estava sendo cumprida nele. O AT contém centenas de referências ao Messias que viria. Por meio dos profetas, Deus falou a cerca da vinda do Redentor do mundo (Gn 49.10; Nm 24.17; Dt 18.15; Sl 2.7,11; 45.6,7,11; 72.8; Dn 9.24; Ml 3.1). Em Isaías 61.1-2 “as palavras do profeta retratavam a libertação de Israel do exílio na Babilônia como um Ano Jubileu (ano aceitável), quando todas as dívidas seriam canceladas, todos os escravos libertados, e todas as propriedades voltariam aos seus donos originais (Lv 25). Mas a libertação do exílio na Babilônia não tinha trazido o cumprimento que o povo tinha esperado; eles ainda eram um povo dominado e oprimido. Isaías estava profetizando uma futura era messiânica, uma época em que alguém viria no Espírito do Senhor para fazer coisas maravilhosas” (APLICAÇÃO PESSOAL, 2010, vol. 01, p. 343). Isaías em especial, intitulado o “profeta messiânico”, foi o profeta que mais falou acerca do advento do Messias. Abaixo pontuaremos algumas dessas profecias:

PROFECIAS DE ISAÍAS SOBRE O MESSIAS

REFERÊNCIAS

Nascimento virginal

Is 7.14

Natureza humana e divina

Is 9.6

Descendente de Davi e herdeiro do trono

Is 11.1,2,10

Seu reino na terra

Is 11.3-9

Sua pessoa e caráter

Is 42.1-4

Sua unção e ministério

Is 61.1-2

Seu sofrimento

Is 50.6; 52.13-15

Sua morte vicária

Is 53.1-12

Sua ressurreição

Is 60.1-7

Sua aparição em glória

Is 45.22,23

1.2 Jesus, o Ungido de Deus (Lc 4.18). A palavra portuguesa Cristo é a transliteração do adjetivo verbal grego, christos, que significa “ungido”. Essa palavra hebraica, por sua vez, traduz o termo hebraico mashiach, que tem o mesmo sentido” (CHAMPLIN, 2006, p.977). Em Israel, desde os tempos mais remotos, os sacerdotes, os reis e os profetas eram ungidos (Êx 29.16; I Sm 9.16; I Rs 19.16). Essa unção servia de confirmação externa da escolha divina, que conferia a eles os seus respectivos oficios. O título “Messias” foi usado para o Salvador do mundo no AT (Sl 2.2; Dn 9.25,26), e teve seu cumprimento na pessoa de Jesus no NT, pois Ele é o Ungido de Deus (Lc 2.11,26; 24.26; Jo 4.25,26; At 2.36; 8.5; Rm 1.1; I Co 1.1). Somente Jesus possui a unção tríplice. Ele é: (a) Sacerdote (Hb 2.17; 3.1; 4.14,15; 5.10; 6.20; 7.26; 8.1; 9.11; 10.21); (b) Profeta (Dt 18.15; Lc 24.19; At 3.22-26); e, (c) Rei (Lc 1.33; Jo 18.37; Ap 11.15; 17.14; 19.16).

1.3 A finalidade da unção de Jesus (Lc 4.18,19). “Notem-se os cinco ofícios com que o Espírito Santo habilitou Jesus: 1) Evangelista, “pois me ungiu para evangelizar os pobres”. Uma das marcas mais notáveis da divindade do ministério de Cristo, em grande contraste a qualquer outra obra no mundo, foi a de evangelizar “a toda criatura”, inclusive aos pobres e desprezados. 2) Médico, “enviou-me a curar”. Jesus, ao voltar do deserto, iniciou Sua investida tríplice contra o reino de Satanás (Mt 4.23): O diabo dominava os pensamentos dos homens, Jesus os livrara ensinando. O mesmo inimigo escravizava os homens, Jesus os libertava pregando o Evangelho. Satanás afligia os corpos e as almas dos homens, Jesus os curava. 3) Libertador, “a apregoar liberdade aos cativos”. Jesus é o verdadeiro Emancipador, rompendo o poder do mal sobre a vida dos homens. 4) Iluminador, “dar vista aos cegos”. Sua obra de restaurar vista aos cegos servia como símbolo de Ele restaurar a visão física e espiritual. 5) Restaurador, “anunciar o ano aceitável do Senhor” (II Co 6.2). Cristo anunciava a chegada da era de grandes favores dos céus” (BOYER, 2011, p. 61 – acréscimo nosso).

II – MILAGRES DE JESUS REGISTRADOS POR LUCAS

Um fato bastante interessante é que apesar de Lucas ter formação médica (Cl 4.14), o evangelho que leva o seu nome nos mostra que ele acreditava, no poder de Deus que atuou sobre Cristo para cura de enfermidades (Lc 5.17). Vejamos os milagres registrados por Lucas:

MILAGRES REFERÊNCIAS

01

Libertação de um endemoninhado em Cafarnaum

Lc 4.33-35

02

cura da sogra de Pedro

Lc 4.38,39

03

A pesca maravilhosa

Lc 5.1-7

04

A cura de um leproso

Lc 5.12,13

05

A cura de um paralítico

Lc 5.18-26

06

A cura do homem com a mão ressequida

Lc 6.6-10

07

A cura do servo do centurião

Lc 7.1-10

08

A ressurreição do filho de uma viúva

Lc 7.11-17

09

Acalmou a tempestade

Lc 8.22-25

10

A libertação dos gadarenos

Lc 8.26-40

11

A cura da filha de Jairo

Lc 8.51-56

12

A cura do fluxo de uma mulher

Lc 8.43,44

13

A multiplicação de pães e peixes

Lc 9.12-17

14

A expulsão de um demônio de um menino

Lc 9.38-43

15

A libertação do endemoninhado surdo e mudo

Lc 11.14

16

A cura de uma mulher que tinha um espírito de enfermidade

Lc 13.11-13

17

A cura de um homem hidrópico

Lc 14.1-6

18

A cura de dez leprosos

Lc 17.12-14

19

A cura de dois cegos

Lc 18.35-43

20

O servo do sumo sacerdote

Lc 22.50.51

 III – A CONTEMPORANEIDADE DOS MILAGRES DE JESUS

Os milagres de Jesus foram eficientes para provar sua messianidade (Mt 11.1-5; Jo 20.31). Ao curar enfermos, expulsar demônios e operar maravilhas e grandes sinais, tinha como objetivo maior mostrar o grande amor de Deus pelos pecadores, que deseja que todos se arrependam e cheguem ao pleno conhecimento da verdade (I Tm 2.4). É importante destacar que os milagres continuam ocorrendo em nossos dias (Mc 16.17; Jo 14.12; At 2.39; I Co 12.7-10).

CONCLUSÃO

Sinais, curas e milagres ocuparam parte importante do ministério de Cristo Jesus, como sinal de sua messianidade e demonstração da sua compaixão pelos pecadores. Este mesmo poder, permanece com a Igreja nos dias de hoje a fim de que esta se desenvolva espiritualmente e possa conduzir muitas vidas a experiência da salvação.

REFERÊNCIAS

  • APLICAÇÃO PESSOAL. Comentário do Novo Testamento.CPAD.
  • BOYER, Orlando. Espada Cortante. CPAD.
  • CHAMPLIN, R. N. Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia. HAGNOS.
  • STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal. CPAD.

Fonte: REDE BRASIL

Enriqueça ainda mais suas aulas com esses comentários: Clique na imagem abaixo.

Anúncios

Obrigado pela visita, volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s