O legado de Moisés

FLAG SPAINFLAG RUSSIANFLAG USAFLAG FRANCEFLAG GREECEFLAG GERMANYFLAG KOREANFLAG JAPANFLAG ITALYFLAG ISRAELFLAG CHINAFLAG INDIA 

livroPRIMEIRO TRIMESTRE DE 2014ensinador cristão

UMA JORNADA DE FÉ

A formação do povo de Israel e sua herança espiritual

COMENTARISTA: Pr.Antonio Gilberto

LIÇÃO 13 – O LEGADO DE MOISÉS – (Dt 34.10-12; Hb 11.23-29)

INTRODUÇÃO

Moisés figura junto a Abraão e Davi como um dos três maiores personagens do AT. Libertador, dirigente, mediador, legislador, profeta, e foi sobretudo um grande homem de Deus. Autor de cinco livros (Pentateuco), foi um dos mais célebres e mais bem preparados escritores veterotestamentário, cujas obras são citadas em praticamente todos os livros da Bíblia, e com isso nos deixou um grande legado.

I – DEFINIÇÃO DA PALAVRA LEGADO

O Aurélio define legado como: “dádiva deixada em testamento, aquilo que alguém transmite a outrem ou a posteridade” também pode ser do Latim “legatu” que significa: “embaixador, enviado” (FERREIRA, 2004, p. 1190).

Podemos ainda dizer que um legado pode ser constituído por alguma coisa imaterial, ou seja, uma herança cultural, linguística, intelectual. Este grande líder deixou uma espantosa coletânea de escritos, que incluem poesia (Jó, Salmo 90), prosa literária com fundo histórico (Gênesis, Êxodo, Números), genealogias (Gênesis, capítulos 5, 11, 19, 22, 25) e um notável código de leis chamado de Lei de Moisés (Êxodo, capítulos 20-40; Levítico; Números; Deuteronômio).

II – O LEGADO DE MOISÉS

No último livro do AT, Deus chama Moisés de “meu servo” (Ml 4.4), e no último livro do NT ele é chamado“Moisés, servo de Deus” (Ap 15.3). Moisés é uma figura TIPOLÓGICA de Cristo e como líder e profeta de Deus, deixou como legado seu exemplo de vida, seu caráter. O Aurélio define a palavra “caráter” como: “o conjunto de traços particulares, o modo de ser de um indivíduo; índole; natureza” (FERREIRA, 2004, p. 402). A Bíblia nos revela o caráter moral, ministerial e espiritual deste homem de Deus. Vejamos cada um deles:

2.1 Moral. Esta expressão diz respeito aos “princípios que regem a vida do ser humano, mostrando o que é certo e o que é errado” (ANDRADE, 2006, p. 270). Moisés manteve-se íntegro moralmente apesar dos desvios da nação de Israel.

2.2 Ministerial. Já vimos que Moisés recebera de Deus o chamado para ser líder de Israel aos oitenta anos de idade quando o Senhor lhe apareceu do meio de uma sarça que estava em chamas e o comissionou para libertar o povo hebreu da escravidão egípcia (Êx 3.1-22; At 7.22-30). O Anjo do Senhor lhe apareceu em uma chama de fogo (Êx 3.2) e se revelou como o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó (Êx 3.6). Moisés foi fiel ao seu chamando (Nm 12.7; Hb 3.2; 3.5).

2.3 Espiritual. O Legislador e profeta Moisés se tornou uma referência espiritual. Segundo a versão ARA (Almeida, revista e corrigida), Deuteronômio 34.10 diz: “Nunca mais se levantou em Israel profeta algum como Moisés, com quem o SENHOR houvesse tratado face a face.” De fato, muitos profetas fiéis, como Isaías e Jeremias, vieram depois de Moisés, mas nenhum deles teve um relacionamento igual ao que Moisés teve com Deus. A promessa de Deus de haver um profeta “assim como Moisés” deve-se aplicar, portanto, a apenas uma pessoa: o Messias!

III – ASPECTOS DO LEGADO DE MOISÉS

Moisés foi um libertador, estadista, historiador, poeta, moralista e legislador hebreu; o maior vulto do AT e um dos maiores homens de todas as épocas. Deus o usou para formar, de uma raça de escravos, e sob as maiores dificuldades, uma nação poderosa que completamente alterou o curso da humanidade. Alistaremos a seguir os pontos mais interessantes da vida e ministério. É a espécie de um apêndice do estudo até aqui exposto; para que possamos encontrar mais recursos; e pode ser usado também como esboço. Vejamos:

  • Um homem de fé inabalável (Hb 11.26-29). “Pela fé deixou o Egito… Pela fé celebrou a páscoa e a aspersão do sangue… Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca”
  • Um homem santo (Êx. 34.29,30). “…quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, depois que falara com Deus”.
  • Um homem corajoso (Êx 3.10-12). “Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó para que tires o meu povo (os filhos de Israel) do Egito”
  • Um homem de ousadia (Êx 14.27; Dt.34.10-12). “Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o mar retornou a sua força ao amanhecer, e os egípcios, ao fugirem, foram de encontro a ele, e o SENHOR derrubou os egípcios no meio do mar”; “E nunca mais se levantou em Israel profeta algum como Moisés, a quem o SENHOR conhecera face a face; Nem semelhante em todos os sinais e maravilhas, que o SENHOR o enviou para fazer na terra do Egito, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra. E em toda a mão forte, e em todo o grande espanto, que praticou Moisés aos olhos de todo o Israel”.
  • Um homem intercessor (Êx. 32.31). “Assim tornou-se Moisés ao SENHOR, e disse: Ora, este povo cometeu grande pecado fazendo para si deuses de ouro. Agora, pois, perdoa o seu pecado, se não,risca-me, peço-te, do teu livro, que tens escrito”.
  • Um homem humilde (Hb 11.24). “Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus…”. “E era o homem Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra.” (Nm 12.3).
  • Um homem de comunhão (Êx 33.11) “ E falava o SENHOR a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo…”

IV – MOISÉS E O LEGADO DE SUA VIDA

  • Nasceu sob a perseguição dos Egípcios (Êx. 1.15,16). Foi nessas circunstâncias que Deus agiu propiciando a Moisés formação espiritual através dos seus pais e, mais tarde, formação “acadêmica” no Egito;
  • Foi protegido milagrosamente (Êx. 2.3). Os planos de Deus jamais podem ser frustrados. As parteiras hebreias temeram a Deus e pouparam a vida dos meninos hebreus, inclusive a de moisés. Além disso, O Senhor providenciou tudo a fim de que a própria mãe de Moisés fosse contratada para criá-lo;
  • Teve a vida poupada (Êx. 2.5-9). Para salvar a vida do pequeno Moisés, sua mãe, Joquebede, o colocara num cesto, às margens do Nilo. O que ela não poderia imaginar é que ali, bem perto, banhando-se no rio, estava a filha de Faraó para ampará-lo (At 7.21,22). Assim, a princesa deu-lhe o nome de Moisés, “porque das águas o tenho tirado” (Êx 2.10).

V – MOISÉS E O LEGADO DE SUA CHAMADA

Moisés acreditou em seu chamado, pois a missão não era dele, mas sim de Deus. Ficou 40 anos achando que era alguma coisa; 40 anos aprendendo que não era nada; 40 anos descobrindo que Deus é tudo. Deus escolheu e chamou- o para conduzir seu povo à Terra Prometida. Esta missão não seria possível se o Eterno não lhe moldasse o caráter, mediante o exercício da paciência (At 7.30). Aprendemos com a vida deste grande profeta que é Deus quem CHAMA (Êx. 3.4), ENVIA (Êx 3.10) e CAPACITA (Êx 4.10-12) seus servos. Vejamos os aspectos do legado de sua chamada:

Foi no monte (lugar certo) Êx.3.1;

Foi com exortação (orientação certa) Êx.3.4,5;

Foi no meio do fogo (da forma certa) Êx.3.2;

Foi com santidade (característica indispensável) Êx.3.6;

Foi com propósito (com intenção certa) Êx.3.3;

Foi com clareza (princípio fundamental) Êx.3.10-12.

VI – O LEGADO DE MOISÉS, UMA TIPOLOGIA DO SUPERIOR LEGADO DE CRISTO

Jesus tornou claro que Moisés escrevera sobre ele (Dt. 18.18,19), pois, em certa ocasião, ele disse aos seus oponentes: “Se acreditásseis em Moisés, teríeis acreditado em mim, porque este escreveu a meu respeito.” (Jo 5.46). O apóstolo Pedro, citando esta profecia, não deixou dúvida de que se referia a Jesus Cristo (At 3.19-23). De muitas maneiras, havia uma correspondência SIMBÓLICA entre estes dois grandes profetas, Moisés e Jesus. Analisemos:

  • Na infância, ambos escaparam da matança. (Êx 1.22; 2.1-10; Mt 2.13-18);
  • Moisés foi chamado para fora do Egito JUNTO com o “primogênito” da nação de Israel. Jesus foi chamado do Egito COMO primogênito de Deus. (Êx 4.22, 23; Os 11.1; Mt 2.15, 19-21);
  • Ambos jejuaram 40 dias em lugares ermos. (Êx 34.28; Mt 4.1, 2);
  • Vieram em nome de Jeová, sendo que o nome de Jesus significa “Jeová é Salvação” (Êx 3.13-16; Mt 1.21; Jo 5.43);
  • Tanto um como o outro demonstraram extraordinária mansidão e humildade. (Nm 12.3; Mt 11.28-30);
  • Realizaram espantosos milagres (Êx 14.21-31; Sl 78.12-54; Mt 11.5; Mc 5.38-43; Lc 7:11-15, 18-23);
  • Moisés foi o mediador do pacto da Lei entre Deus e a nação de Israel. Jesus foi o Mediador do novo pacto entre Deus e a “nação santa”, a igreja (Êx 19.3-9; 1Pe 2.9; Gl 6.16; Lc 22.20; Hb 8.6; 9.15);
  • Os dois serviram como juízes, legisladores e líderes. (Êx 18.13; 32.34; Dt 9.25; Ml 4.4; Mt 23.10; Jo 5.22, 23; 13.34; 15.10);
  • Na morte, havia um paralelo: Deus não permitiu aos homens terem posse do corpo tanto de Moisés “Assim morreu ali Moisés, servo do SENHOR… e ninguém soube até hoje o lugar da sua sepultura” (Dt 34.5,6; Jd 9) como também o de Jesus Nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no inferno, nem a sua carne viu a corrupção” (At 2.31). É neste “Moisés Maior” que a Igreja espera, em Jesus Cristo, o predito Profeta, Libertador e Líder (1Co 10.1, 2).

CONCLUSÃO

Moisés, sem dúvida alguma, foi um homem extraordinariamente usado por Deus. Seu exemplo de vida, caráter e ministério se constitui numa herança que o servo do Senhor deixou não somente para os seus contemporâneos, mas também para todos aqueles que são chamados por Deus para uma obra específica. A chamada de Moisés por sua vez, nos ensina como devemos proceder ante o chamado divino.

REFERÊNCIAS

  • STAMPS, Donald C. Bíblia de Estudo Pentecostal. CPAD.
  • MACARTHUR, JR., John. Ministério Pastoral: Alcançando a excelência do ministério cristão. CPAD.
  • COELHO, A; DANIEL, S. Uma Jornada de Fé. Moisés, o Êxodo e o Caminho a Terra Prometida. CPAD.

Fonte: Rede Brasil

Próxima lição: Neste 2º trimestre de 2014, estudaremos: Dons Espirituais e Ministeriais. 
Comentário das lições será feito pelo Pastor: Elinaldo Renovato.

Sumário: 

Revista 2º trimestre

LEIA OU BAIXE AQUI

1- E Deu Dons aos Homens 
2- O Propósito dos Dons Espirituais 
3- Dons de Revelação 
4- Dons de Poder 
5- Dons de Elocução 
6- O Ministério de Apóstolo 
7- O Ministério de Profeta 
8- O Ministério de Evangelista 
9- O Ministério de Pastor 
10-O Ministério de Mestre ou Doutor 
11-O Presbítero, Bispo ou Ancião 
12-O Diaconato 
13-A Multiforme Sabedoria de Deus

Anúncios

2 comentários sobre “O legado de Moisés

Obrigado pela visita, volte sempre!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s